“Wavelicious” por Carlos Wavel (15/jun/2012)

Oi, Galera! Tudo bem com vocês?
Chegou a nossa querida sexta-feira e, pra mim, continua frio! Fiquei com vontade de comer um fondue de queijo, daqueles pra juntar uma turma em casa, fazer toda a cerimônia e depois, se sobrar ânimo, cair na balada.
“Fondue” se pronuncia “fondí” e quer dizer fundido. É aquela mistura de queijos derretidos, quase em ebulição, perfeitos pra comer com torradas, pães ou até batatinhas pequenas cozidas.
Se achar muito difícil o que eu vou fazer, veja a dica no fim da receita. 😉

Fondue de Queijo

Ingredientes
– 200g de queijo Gruyére ralado
– 200g de queijo Emmental ralado
– 200g de queijo Gouda
– 200g de queijo Gorgonzola
– 1 dente de alho descascado
– 2 xícaras (chá) de vinho branco seco
– 1 colher (café, rasa) de noz moscada
– 1 colher (café, rasa) de pimenta do reino branca
– 1 rechaud para fondue. Rechaud (se pronuncia “rechô”) é a panela onde se faz o fondue.

Como faz?
Misture os queijos em uma tigela e deixe de lado, você já vai usar.
Esfregue o dente de alho por toda a panela e deixe separado caso você queria fazer mais. O alho só é usado na panela. Quando terminar de fazer os fondues, pode jogar fora.
Adicione o vinho branco e, aos poucos, coloque a misture de queijos, sem parar de mexer, no fogo baixo até obter um creme. Acrescente a noz moscada, a pimenta-do-reino branca e misture.
Sirva no rechaud, mantendo aquecido sem ferver, acompanhado de torradinhas, pães cortados em cubos, batatinhas pequenas cozidas ou fatias de pêra ou maçã verde.

Dica: se achar difícil fazer a mistura de queijos, compre um preparado para fondue que existe pronto no mercado. Não é tão gostoso, mas pode ser o começo de uma tradição.

E pra beber?
Eu sugiro um bom vinho branco, seco ou demi-sec.

Sou fã dos vinhos da chilena Cousiño Macul. Se quiser ajuda, me escreva!

Bom apetite!

Ah, beba com moderação e se for dirigir, não beba, vai.

Um ótimo fim de semana!
Carlos Wavel, chef no Le Gordon Bleu

Anúncios